Novo acesso ao Sul da Ilha será liberado para o tráfego de veículos no sábado, dia 28

25
Novo acesso Sul da Ilha
Foto: Júlio Cavalheiro/Secretaria de Comunicação
Publicidade

O novo acesso ao Sul da Ilha de Santa Catarina será liberado para o tráfego de veículos a partir deste sábado, dia 28 de setembro, às 14h, com o objetivo de facilitar o acesso à região e ao novo Aeroporto de Florianópolis (que será inaugurado no dia 1º de outubro).

A liberação do trânsito no trecho é uma primeira etapa das obras, que tem previsão de entrega completa para março de 2020. O investimento, entre execução e desapropriações, será de aproximadamente R$ 260 milhões.

Para garantir a passagem de veículos, desde o começo de 2019, o Governo do Estado de Santa Catarina fez quase três vezes mais desapropriações de imóveis em comparação aos quatro anos anteriores.

Publicidade
Foto: Júlio Cavalheiro/Secretaria de Comunicação

Os serviços também foram acelerados. As obras serão realizadas quase três vezes mais rápida do que nos anos anteriores. Em 15 meses – até março de 2020 – serão executados 40% dos trabalhos, ao passo que, de junho de 2014 até dezembro de 2018, a execução foi de 60%.

Com o novo acesso, a população também ganha mais mobilidade urbana e qualidade de vida: “Neste primeiro momento de liberação já será possível aliviar boa parte do intenso volume de tráfego da rodovia SC-405, desviando pela nova via os usuários do Sul da Ilha, especialmente da Tapera, Ribeirão da Ilha e Campeche”, explica o secretário da Infraestrutura e Mobilidade, Carlos Hassler.

Após a conclusão total, o novo acesso deverá absorver 60% do tráfego da região, que é de aproximadamente 40 mil veículos por dia. Além disso, haverá redução de 22% no custo dos deslocamentos no trecho – menor tempo e gasto de viagem.

Turismo, geração de emprego e mobilidade urbana

A liberação do novo acesso ao Sul da Ilha também refletirá no desenvolvimento do turismo na região, com geração de emprego e renda. O trecho facilita a chegada e saída às regiões do Ribeirão da Ilha e do Pântano do Sul, polos de gastronomia e cultura açoriana.

A valorização imobiliária poderá ultrapassar 50% em bairros como Tapera e Carianos. Também haverá uma expansão da malha cicloviária do município em cerca de oito quilômetros, o que representa um acréscimo de aproximadamente 10% na malha total da Grande Florianópolis.

Mapa Sul da Ilha
Imagem: Divulgação
Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui