Consultores que analisam o transporte coletivo de Joinville participam de reuniões e visitam Terminal Central

146
Terminal Joinville
Foto: Prefeitura de Joinville
Publicidade

Consultores da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) estiveram em Joinville para apresentar uma análise inicial do diagnóstico do sistema de transporte coletivo municipal. Os estudos vão definir o modelo a ser utilizado para operacionalizar o sistema e conduzirão o processo licitatório do transporte coletivo.

“Esse estudo servirá para formar o projeto básico a ser licitado pela Prefeitura, estabelecendo quais as linhas que irão operar, os horários, como a Prefeitura fará o controle dessa operação, as regras de relação do poder público com a iniciativa privada e quais as regras de acesso ao sistema”, explica o consultor da Fipe, Antônio Luiz Mourão Santana.

O projeto contratado contempla diagnóstico, desenvolvimento do modelo conceitual, detalhamento do projeto básico, orientações técnicas para o edital de licitação e suporte. Técnicos da Secretaria de Infraestrutura Urbana (Seinfra) acompanham todo o processo e fazem parte do grupo de trabalho formado para analisar o sistema.

Publicidade

“O objetivo da Fipe é criar o modelo específico para Joinville. Ao contratá-los, nós deixamos claro que a gente não quer nenhum projeto já existente. Para isso, eles estão vindo fazer pesquisas, colhendo informações e dados suficientes para desenvolver a modelagem ideal do transporte coletivo para a cidade de Joinville”, informa o secretário de Infraestrutura Urbana, Jorge Luiz Correa de Sá.

Os consultores apresentaram como as pesquisas de campo serão aplicadas em Joinville e visitaram o Terminal Central.

“Esse trabalho está bem no início. Deveremos fazer várias pesquisas em campo para termos essa visão concreta do sistema. Faremos também, pelo site da prefeitura, coleta de informações com sugestões de melhorias e modificações. Depois, se fará todo o redesenho do sistema futuro”, ressalta o consultor.

A Fipe realiza no Brasil inteiro esse trabalho de modelagem de concessão não só para o transporte coletivo urbano, mas também para outros serviços.

Com este trabalho que está sendo realizado, a prefeitura passa a contar com a experiência de uma fundação que já vem há muitos anos fazendo esse serviço em várias cidades do Brasil A Prefeitura de Joinville vai estar muito bem embasada e orientada para que o modelo do transporte coletivo seja o mais adequado possível ao município”, enfatiza Jorge.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui