Decreto autoriza edital de concessão do Terminal Rodoviário Rita Maria

228
Imagem: Divulgação/SIE
Publicidade

O governador Carlos Moisés autorizou, nesta semana, a abertura do edital para a concessão do Terminal Rodoviário Rita Maria, em Florianópolis. A empresa que vencer o certame licitatório terá 30 anos para operar a ferramenta e, em troca, deverá fazer investimentos totais de R$ 30 milhões na estrutura.

“Antes tínhamos, na capital do nosso Estado, um aeroporto com cara de rodoviária. Agora temos um dos melhores aeroportos do país. E em breve teremos uma rodoviária com cara de aeroporto”, comemora o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, tenente-coronel Thiago Vieira.

Imagem: Divulgação/SIE

Estão previstas melhorias como modernização no saguão e plataforma de embarque e desembarque, construção de passeios cobertos para facilitar o deslocamento de pedestres ao TICEN, mudança das plataformas de venda de passagens para o segundo andar (mezanino) e praça de alimentação/espaços comerciais no térreo etc.

Publicidade

As mudanças foram sugeridas pelo estudo realizado na fase do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), que avaliou a viabilidade técnica e econômica da exploração do Rita Maria.

Imagem: Divulgação/SIE

Agora, a SIE aguarda apenas o parecer da Procuradoria Geral do Estado (PGE) para dar sequência ao processo licitatório – o que deve ser concluído ainda nesta semana. A expectativa é de que empresas expressivas no cenário nacional se interessem pela concessão.

“Ainda na PMI, empresas de renome nos procuraram para realizar os estudos. A tendência é que a concessão siga o mesmo caminho”, avalia o diretor de Desestatização e Parcerias da Secretaria da Fazenda, Ramiro Zinder.

Confira as principais melhorias previstas: *

  • Passeio coberto de ligação do Rita Maria ao TICEN;
  • Retrofit da fachada principal e novo acesso;
  • Mudança dos guichês de venda de passagens para o mezanino (hoje funcionam no térreo);
  • Novo hall de circulação no mezanino;
  • Wi-Fi atendendo a todo o terminal;
  • Instalação de um parque de energia fotovoltaica;
  • Modernização do saguão de embarque e da praça de alimentação;
  • Melhorias nas plataformas de embarque e desembarque;
  • Implantação de escadas rolantes, de um elevador e de uma plataforma para pessoas com deficiência;
  • Substituição dos bancos na sala de espera;
  • Piso térreo com mais lojas, melhorando a distribuição das atividades e criando um mix novo e diversificado de produtos;
  • Reforma e ampliação dos banheiros, incluindo sanitários para pessoas com deficiência e “espaço família” com fraldário e sanitário infantil.
Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui