Plano de Monitoramento das pontes Colombo Salles e Pedro Ivo Campos prevê pronta resposta em caso de intercorrências

Thiago Vieira

O secretário adjunto de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira, explicou em entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira, dia 10 de julho, que o Plano de Monitoramento das pontes Pedro Ivo Campos e Colombo Salles prevê pronta resposta em caso de intercorrências nas estruturas.

A manutenção preventiva realizada na noite de terça-feira, dia 9 de julho, na Ponte Pedro Ivo Campos, consistiu em reforçar o passadiço para garantir maior estabilidade e segurança aos usuários.

“Dentro das ações previstas no Plano de Monitoramento de Pronta Reposta estabelecido no início da semana, previmos essa manutenção preventiva para avaliar a estabilidade e possível reforço de soldagem do passadiço e também vistoriar as demais juntas metálicas da estrutura. E essas intervenções serão feitas periodicamente para que a solução paliativa não volte a dar problema”, esclareceu Thiago Vieira.

A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade mantém um canal direto de comunicação com a Polícia Militar, estrutura de guincho, empresas executora e supervisora da obra, além de técnicos da infraestrutura para acompanhamento de qualquer incidente.

Os materiais e equipamentos para ação imediata em caso de soltura da junta metálica também já foram providenciados e armazenados nas cabeceiras das pontes.

“Essas medidas visam diminuir o tempo resposta no caso de qualquer intercorrência. Determinamos que a empresa mantenha equipe disponível 24 horas para fazer intervenção, caso necessário, com o material adequado. Mas estamos monitorando as estruturas para que não haja necessidade de nova intervenção”, ressalta.

Na terça-feira, dia 9 de julho, a Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade enviou notificação à empresa Cejen Engenharia, responsável pela execução da obra de recuperação das Pontes Pedro Ivo Campos e Colombo Salles, por atraso no cronograma de trabalho.

A empresa tem o prazo de cinco dias úteis, após recebimento da notificação, para manifestação. “Vamos aguardar as contrarrazões da empresa para confirmar o valor da multa a ser aplicada”, finalizou o secretário adjunto.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.