Para prevenir alagamentos, Prefeitura de São José investe em macrodrenagem no Ipiranga

124
Publicidade

O prefeito Orvino Coelho de Ávila autorizou na noite de terça-feira (2) o início da obra de macrodrenagem no antigo Rio da Palha, no bairro Ipiranga. O lançamento da obra para ampliar a vazão de água no córrego, tornar a região resiliente aos efeitos das chuvas e prevenir alagamentos e inundações contou com a presença de autoridades e lideranças da comunidade na esquina das ruas João Ambrósio da Silva com a Emilio Macedo.

Os trabalhos serão coordenados pela Secretaria de Infraestrutura e o investimento será de R$ 4,2 milhões. A expectativa é de que os trabalhos de correção e ampliação da macrodrenagem existentes sejam concluídos em 2025. As obras vão ser realizadas no trecho entre as ruas Bom Pastor e Francisco Nappi, num total de seis ruas, numa extensão de 720 metros, com tubulação de 1,2 metro, com trechos que terão escavação de cinco metros de profundidade e galerias de células com dois metros quadrados.

“É uma obra complexa e que resolverá todo o problema de enchentes”, destacou o secretário de Infraestrutura, Nardi Arruda. Ele lembrou que em dias de chuva forte muitas vezes o nível das águas chegava a mais de dois metros de altura e que muitos perderam seus bens. “Esta é mais uma ação importante para a região, composto por obras de macrodrenagem que aumentam a capacidade de extravasamento de rios e córregos e ajudam na capacidade de a rede suportar grandes precipitações”, disse o secretário.

Publicidade

O prefeito Orvino também lembrou que muitas vezes esteve na localidade e que sempre ficava em alerta com as chuvas. “Aqui tem muitos tubos enterrados, conheço a região há décadas e nós devíamos para a comunidade essa obra. Sempre quis ser prefeito para poder fazer isso, atender os mais necessitados. Faço isso com satisfação, são mais de R$ 4 milhões investidos numa obra que vai ficar enterrada, mas que vai resolver um problema antigo e que vocês conhecem bem”, destacou o prefeito.

O início dos trabalhos de macrodrenagem deixou os moradores satisfeitos. A aposentada Lúcia Gesber, 74 anos, que reside no Ipiranga há mais de 50 anos, não escondia a satisfação de acompanhar o lançamento da obra de macrodrenagem. “Minha casa não sofre com alagamentos, mas a casa dos meus vizinhos, todos que estão aqui hoje, a água já afetou muito, então essa obra não tem preço, porque é uma obra humanitária, uma obra para as pessoas, um sonho que está sendo realizado”.

Na avaliação dela, com a macrodrenagem a região vai crescer. “A Prefeitura está fazendo uma coisa muito boa para nós. Sem alagamentos, nossas casas serão mais valorizadas e a vida vai melhorar”, torce. Participaram do lançamento da obra os secretários e os vereadores Sanderson de Jesus e Ruanito da Silva, que enalteceram a importância da iniciativa da Prefeitura; além de lideranças e moradores da região.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui