Mobilidade urbana: Anel Viário de São José conta com seis quilômetros de novas avenidas

137
Publicidade

Considerada uma das principais obras da administração municipal, o anel viário interno de São José começou a ser elaborado em 2021 e previa sete obras, das quais cinco estão prontas e duas ainda devem ser finalizadas. O projeto tem um investimento previsto de R$ 150 milhões de recursos próprios e convênio com o Governo do Estado, dos quais R$ 90 milhões já foram aplicados em melhorias, obras de drenagens, instalação de galerias de águas pluviais, meios-fios, ciclovias, passeios e pavimentação asfáltica.

O novo sistema viário tem como meta desafogar o trânsito da BR-101, transformando-se num corredor de Norte a Sul da cidade. O anel viário interno abrange um total de cinco quilômetros de novas avenidas em São José, algo que não era feito há mais de 12 anos. “A última avenida aberta em São José foi a Avenida (das Torres) Osvaldo José do Amaral”, relata o secretário de Infraestrutura, Nardi Arruda.

O vice-prefeito e secretário de Urbanismo e Serviços Públicos, Michel Schlemper, lembra que em 2021 foi iniciado o debate para o investimento em mobilidade. “Foi elaborado o projeto, buscamos os recursos, licenças ambientais e, mesmo com o atraso no repasse de recursos por parte do Governo do Estado, o prefeito decidiu investir recursos próprios para concluir a obra.”

Publicidade

Obras

O primeiro e o segundo investimentos foram na revitalização de ruas que facilitam o acesso pela marginal da BR-101 até a Avenida das Torres. A Prefeitura reforçou a base e pavimentou as ruas Hamilton Ferreira, Itália e Maria de Oliveira, nos bairros Serraria e Areias.

A terceira obra foi a construção da nova avenida que Avenida Osvaldo José do Amaral (das Torres), em Areias, à Rua João José Martins, em Potecas, depois quarta obra, a construção da rótula no entroncamento da Rua Acelino Pereira com a Rua João José Martins, em Potecas. 

A quinta obra foi as construções da nova avenida e a ponte sobre o Rio Forquilhas, interligando os loteamentos Recanto da Natureza e Lisboa 1, em Forquilhas.

A ponte com 30 metros de extensão, localizada no final da Avenida Lisboa que liga com a Avenida José Nazareno de Souza, no loteamento Recanto da Natureza, e a nova avenida com um total de 750 metros integram o plano de mobilidade urbana do Município, interligando as regiões Norte a Sul de São José.

Novas avenidas

A sexta obra é avaliada como uma das mais importantes, que terá uma entrega provisória neste sábado, 30 de março, às 10h, no trecho 2 da Avenida Beira-Rio Forquilhas. Com um investimento de cerca de R$ 57 milhões, a nova avenida Beira-Rio fica nos limites dos bairros Sertão do Maruim, Forquilhinha, Forquilhas, Flor de Nápolis, Potecas, Picadas do Sul e Distrito Industrial. O trecho 2 fará a conexão da Rua Antônio Jovita Duarte com a rodovia estadual SC- 281.

A via terá uma extensão de 2 km e mais 600 metros de acesso, oferecendo duas faixas de tráfego, ciclovia, recuo para ônibus e interseções com vias adjacentes. As obras de passeio ainda serão finalizadas.

A sétima obra que completará o anel viário interno é a avenida que fará a ligação entre os loteamentos Nova São José ao Portal da Colina, nos limites dos bairros Sertão do Maruim com Forquilhas. A obra, orçada em R$ 7 milhões, tem previsão de conclusão em julho.

Essa nova avenida em construção terá uma extensão de 700 metros, com quatro pistas, ciclovia nos dois lados e uma conexão interligando a região com a área industrial que fica em frente ao Loteamento Lisboa, em Forquilhas. Na construção desta avenida a Secretaria de Infraestrutura teve que realizar um aterro de mais de 15 metros, que ainda está em adensamento, utilizando mais de 120 mil metros cúbicos de terra para deixar na cota de altura e interligar os bairros.

O post Mobilidade urbana: Anel Viário de São José conta com seis quilômetros de novas avenidas apareceu primeiro em Prefeitura Municipal De São José.

Publicidade

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui