Equipe técnica do DNIT realiza visita em obras rodoviárias de Santa Catarina

Objetivo foi acompanhar o avanço das ações prioritárias para o Governo Federal no Estado de Santa Catarina

323
Obras DNIT
Foto: Divulgação/DNIT
Publicidade

Uma equipe técnica do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) realizou, ao longo da semana, uma visita técnica de supervisão às obras rodoviárias em Santa Catarina. Com a presença do diretor-geral da Autarquia, general Santos Filho, a ação teve o objetivo de acompanhar in loco o avanço das ações prioritárias para o Governo Federal no Estado.

Uma das obras visitadas foi a duplicação da BR-470. O planejamento do Governo Federal vai garantir os recursos necessários à conclusão dos lotes 1 e 2 da rodovia federal até o próximo ano – de Navegantes até Gaspar.

Mais de 30 quilômetros foram liberados para o tráfego de veículos nos últimos dois anos pela Autarquia e outros 15 serão concluídos, até o ano que vem.

Publicidade

Ao todo, quatro lotes da rodovia federal estão sendo duplicados pelo DNIT, somando 73 quilômetros entre os municípios de Navegantes e Indaial.

Os lotes 3 e 4 atravessam os trechos urbanos de Blumenau e Indaial, na região do Vale do Itajaí. A Autarquia também tem priorizado esses segmentos para garantir o avanço das obras e desafogar o trânsito desses municípios.

O DNIT tem destinado recursos para o andamento dos serviços nesses segmentos, incluindo desapropriações, gestão ambiental e execução de obra.

São 52 obras de arte especiais nesses dois segmentos (incluindo pontes e viadutos). O DNIT concluiu 30 dessas obras até agora.

Já foram investidos pelo Governo Federal nos lotes 3 e 4 mais de R$ 200 milhões, com a liberação do complexo da Mafisa, em Blumenau, e do acesso de Timbó e Indaial.

Até o final do ano, o DNIT vai liberar os 7 primeiros quilomêtros duplicados do lote 3, ligando o lote 2 até o complexo da Mafisa. Também serão entregues mais 5 quilômetros duplicados no lote 4, do acesso a Indaial até o final desse lote da BR-470.

BR-282

Outro empreendimento visitado foi a adequação de capacidade da BR-282, em Chapecó, com implantação de terceiras faixas e restauração do pavimento. Os serviços vão até o entroncamento com a BR-163, em São Miguel do Oeste, incluindo segmento da BR-158 até a divisa com o Rio Grande do Sul.

Foto: Divulgação/DNIT

As melhorias trarão maior segurança e conforto aos usuários da via, no Oeste Catarinense, aperfeiçoando a logística para suporte à forte agroindústria da região.

O segmento da BR-282 também recebe serviços de conservação rodoviária com o intuito de manter a trafegabilidade até que ocorra a restauração completa do trecho, planejada ainda para este ano.

BR-163

O segmento de 48 quilômetros receberá serviços de restauração e de adequação de capacidade, com pavimento rígido em concreto, o que vai garantir maior vida útil à rodovia federal. A obra estava paralisada desde 2017, sendo retomada em março deste ano, após nova contratação.

Ainda na BR-163, a conclusão do viaduto de acesso para o município de São José do Cedro, no Oeste Catarinense, está próxima. A entrega está prevista para as próximas semanas. O empreendimento vai melhorar a trafegabilidade na região, retirando o trânsito pesado das vias laterais da estrada para o novo equipamento.

Foto: Divulgação/DNIT

A obra também conta com rotatória de acesso ao município e vai promover o melhoramento de 29 quilômetros lineares de vias marginais em municípios da região, além da implantação de 23 quilômetros de terceiras faixas ao longo do segmento.

BR-280

Até São Francisco do Sul, o DNIT trabalha para implementar os 73 quilômetros de pista duplicada, trazendo mais segurança e conforto aos usuários dessa importante rodovia federal catarinense.

A BR-280 integra o corredor logístico que interliga as regiões produtoras de Santa Catarina e de parte do Paraná aos portos de Navegantes e Itajaí.

A obra começou em 2013. A partir de 2019, o Governo Federal tornou o empreendimento prioritário reforçando a disponibilidade de recursos e o ritmo dos serviços.

Já foram repassados mais de R$ 400 milhões para os empreendimentos que compõem o contorno e a duplicação da BR-280. Mais R$ 56 milhões serão liberados este mês.

Até o final deste ano, os primeiros dez quilômetros contínuos serão liberados pelo DNIT, permitindo a ligação da rodovia duplicada à rodovia do arroz (SC-108).

Na obra do contorno, já garantimos a intermodalidade, evitando o conflito do tráfego com a linha férrea em Jaraguá do Sul.

As obras de construção dos túneis do contorno de Jaraguá do Sul também avançam. As estruturas somam 1040 e 1070 metros de extensão cada, com 10 metros de altura.

Foto: Divulgação/DNIT

A estrutura interna já está praticamente pronta e as equipes do DNIT agora trabalham no tratamento do lado externo, provendo a contenção da encosta, para possibilitar a escavação e abertura dos túneis. Com a segurança do maciço, a previsão de vazar o túnel é no fim de 2021, permitindo o avanço da construção dos acessos.

A obra tem o objetivo de retirar todo o trânsito pesado de veículos que hoje passa por dentro dos municípios de Guaramirim e Jaraguá do Sul.

O Governo Federal já investiu mais de R$ 300 milhões na obra do contorno de Jaraguá do Sul, na BR-280. Outros R$ 60 milhões serão alocados agora em agosto.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui