Chapecó: Contorno Oeste terá 4,6 km de terceira faixa e ciclovia

350
ciclovia
Publicidade

As obras de revitalização e ampliação do Contorno Viário Oeste, que iniciaram nesta semana, prevem faixas adicionais de 1,75 km no lado direito e 2,86 km do lado esquerdo. Com isso serão agregados 4,61 km de terceira faixa segundo o secretário de Desenvolvimento Sustentável e Obras Estruturantes, Valmor Scolari. Isso melhorará o fluxo pois nas subidas os veículos mais lentos, principalmente caminhões carregados, ficarão à direita e, os veículos leves, poderão fazer as ultrapassagens.

Também está prevista uma ciclovia no trecho de 6,82 km, entre a Avenida São Pedro e o acesso Florenal Ribeiro, além da execução de remendos profundos, fresagem do pavimento e recapeamento da via. Em toda a extensão da obra será executada prolongamento e melhoramento das Obras de Arte corrente e sinalização nova em toda obra, compreendendo 84,8 mil metros quadrados.

A empresa responsável pelas obras de revitalização e ampliação do Contorno Viário Oeste, a Construtora Oliveira, informa que o fechamento da via está ocorrendo apenas durante o dia, das 7h às 18h. A partir das 18h, até às 7h do dia seguinte, o tráfego é liberado. Também ficará liberado o fluxo nos dias chuvosos, feriados, sábados e domingos.

Publicidade

Nos demais períodos a Diretoria de Segurança Pública informa que as principais vias alternativas são as ruas General Osório e Antônio Morandini, no sentido Norte/Sul, e a avenida São Pedro, no sentido Leste/Oeste. Inclusive uma medida tomada para melhorar o fluxo na General Osório foi o fechamento do cruzamento com a Benjamin Constant, realizada nesta quarta-feira.

A recomendação acima é principalmente para caminhões. Veículos de pequeno porte a sugestão é evitar passar pela General Osório.

A previsão é de que essa situação de fechamento durante o dia se estenda por mais de um mês. O objetivo é acelerar as obras de implantação das terceiras faixas. Sem o fechamento, a empreiteira afirma que as obras iriam demorar muito mais. Posteriormente o fluxo deve ser liberado em determinados períodos. A previsão de conclusão da obra é de dez meses.

O investimento na obra é de R$ 20,3 milhões, com recursos da Prefeitura e também com um aporte de R$ 5 milhões da concessionária do aeroporto, a Voe Xap, graças à uma renegociação de contrato exigida pelo município.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui